PRÉDIO DESABA NA MADRUGADA DE DOMINGO EM BH EM FUNÇÃO DAS CHUVAS FORTES

Desabamento de prédio em BH deixa um morto e um ferido

Chovia forte no momento do acidente. Moradores sentiram tremor e deixaram o edifício. Mau tempo matou três pessoas em Minas Gerais desde outubro

O desabamento de um edifício no bairro Caiçara, em Belo Horizonte, matou uma pessoa e feriu gravemente outra na madrugada desta segunda-feira. De acordo com o Corpo de Bombeiros de Minas Gerais, o acidente aconteceu por volta das 2 horas, quando chovia forte na cidade. O homem morto foi identificado como Jaison, de cerca de 50 anos. Marisa Cunha de Moraes, de 46 anos, teve ferimentos na cabeça e joelhos e fraturou o ombro. Segundo o Hospital João XXIII, para onde a mulher foi levada, ela passou por uma avaliação na Neurologia e não houve danos ao cérebro. Marisa é atendida agora no setor de Ortopedia.
 
Policiais militares passavam pelo local e, pouco antes do desabamento, ajudaram outros doze moradores a deixar o prédio. Eles relataram ter sentido tremores no terreno. Pouco depois, o edifício veio abaixo. Jaison e Maíza não deixaram o local a tempo e foram soterrados. As buscas por vítimas continuam, com o auxílio de cães farejadores, mas, por volta das 10h20, os Bombeiros informaram que não acreditam que haja mais ninguém sob os escombros. A rua onde ficava o prédio está interditada.
 
Representantes dos Bombeiros, da Defesa Civil, da prefeitura de Belo Horizonte e da Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa) estão reunidos para definir o que será feito no local do desabamento e qual será o destino dos moradores do prédio.
 
Chuvas em Minas – A morte de Jaison foi contabilizada pela Defesa Civil como o terceiro óbito provocado pelas fortes chuvas no estado desde outubro. Quarenta e quatro cidades mineiras estão em situação de emergência por causa do mau tempo. Outros 58 municípios sofreram com os temporais mas ainda não decretaram estado de emergência.
 
Balanço da Defesa Civil divulgado na manhã desta segunda registra um total de 9.365 desalojados e 404 desabrigados, além de 2.420 casas danificadas e 8 completamente destruídas. Em Santo Antônio do Rio Abaixo, na região metropolitana de Belo Horizonte, os Bombeiros buscam Rita Viera de Souza, de 74 anos, desaparecida desde sexta-feira, após uma forte chuva elevar o nível de um córrego próximo a casa da idosa. De acordo com a Defesa Civil, a casa de Rita foi arrastada pelas águas.
 
Outro caso em Contagem – Os Bombeiros de Minas informaram às 9h40 que uma casa desabou em Contagem, no Bairro Bandeirantes. As primeiras informações davam conta de que havia vítimas entre os escombros, mas, ao chegar ao local, os bombeiros constataram que ninguém ficou ferido.

info: veja
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s