PARÁ RELIZOU HOJE PLEBISCITO SOBRE DIVISÃO DO ESTADO

Domingo, 11 de dezembro foi dia de eleição no estado do Pará, mas não foram eleições para presidente, governador ou prefeito, a população do paraense foi as urnas para decidir através de plebiscito se o estado será ou não dividido em 3. A votação do plebicisto no Pará foi encerrada às 18h. Segundo o TSE (Tribunal Superior Eleitoral), ainda podem votar apenas que já estavam na fila e receberam senhas. A apuração parcial já está sendo transmitida no site do tribunal.

O presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), Ricardo Lewandowski, afirmou neste domingo que o resultado do plebiscito que pode dividir o Estado deve sair hoje, segundo ele, o resultado do plebiscito deverá ser divulgado “algumas horas” após o fechamento das urnas, marcado para as 17h (18h de Brasília).
De acordo com informações do Tribunal Regional Eleitoral, a cidade de Marabá registrou o maior número de trocas, chegando a cinco substituições.
Desde as 8h deste domingo, as 14.281 seções eleitorais do Estado do Pará recebem os mais de 4 milhões de eleitores que opinarão sobre a possibilidade de divisão do Estado para a criação de outras duas Unidades da Federação: Tapajós e Carajás.

ENTENDA

Dependendo do resultado da votação, pode ser criado apenas mais um Estado, e o restante fica como área do Pará. Caso sejam criados as duas novas áreas, o Pará remanescente da divisão ficaria com 17% de sua atual extensão territorial.
Na urna eletrônica foram respondidas as seguintes perguntas: 
1) Você á favor da divisão do Estado do Pará para a criação do Estado do Tapajós?; e 
2) Você á favor da divisão do Estado do Pará para a criação do Estado do Carajás?
Dependendo do resultado, o Estado pode ser dividido em mais dois territórios ou apenas um, segundo o TSE.
Os números 55 e 77 correspondem à manifestação positiva ou negativa às perguntas apresentadas na urna eletrônica. Desde setembro, a população têm acesso às campanhas informativas (do TSE) e publicitárias (das frentes pró e contra).
No entanto, a criação ou não dos futuros Estados depende do Congresso Nacional, que terá a palavra final. A criação de Tapajós e Carajás depende da edição de lei complementar, conforme a Constituição Federal de 1988.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s