DETALHES DA PRISÃO DE COBRA CORAL

Na manhã desta quarta-feira, 30, a polícia detalhou a prisão de uma dupla responsável por diversos roubos, latrocínios e homicídios, na região do Vale do Cotinguiba. José Adelmo dos Santos, de 19 anos, conhecido como “Cobra Coral”, e um comparsa identificado como Rogério Santos de Jesus, de 29 anos, o “Corró”, foram presos durante uma operação realizada no município de Laranjeiras, interior sergipano, que  contou com agentes civis da delegacia da cidade de Laranjeiras com o apoio de policiais civis da Coordenadoria de Polícia Civil do Interior (Copci) e da Divisão de Inteligência e Planejamento Policial (Dipol), além de militares da companhia do município de Laranjeiras.
Os detalhes das ações da dupla foram revelados pela coordenadora da Polícia Civil do Interior (Copci), Viviane Pessoa, juntamente com o delegado da cidade de Laranjeiras, Ronaldo Marinho, e o comandante do pelotão da Polícia Militar de Laranjeiras, tenente Luis Carlos Prudente.  “Cobra Coral” e “Corró”, são responsáveis por diversas ações criminosas como roubos a estabelecimentos comerciais, agências dos Correios, bem como homicídios e latrocínios.


Delegado Ronaldo Marinho, a coord. do Copci Viviane Pessoa e o tenente Prudente

Moradores do Vale Cotinguiba já haviam denunciado a onda de violência espalhada pela dupla, que atuava sempre armada e realizava ameaças. Informações repassadas pela população à polícia ajudaram nas investigações e na prisão dos suspeitos que teriam ligação com outras quadrilhas desarticuladas anteriormente.  José Adelmo, que devido à atitude violenta na execução dos crimes, era chamado pela população como o sucessor de Pipita, um menor de idade que foi morto em 2008, após cometer uma série de crimes na região Sul do Estado, sempre com requintes de crueldade, além das fugas que desafiavam a polícia.
De acordo com o tenente Luís Carlos Prudente, que participou do cerco, denúncias anônimas contribuíram para as prisões. “Entrei em contato com o delegado e iniciamos as diligencias. Prendemos o ‘Cobra Coral’ no povoado Pedra Branca, e o ‘Corró’ no Centro de Laranjeiras. Já estávamos no encalço deles, no entanto, sempre conseguiam fugir, mas graças a Deus conseguimos ter êxito e tiramos esses criminosos do ceio da sociedade”, disse.
Ainda segundo a polícia, José Adelmo, estava na casa de parentes onde se recuperava, depois de ter sido atingido por um tiro durante um desentendimento com um desafeto, em Aracaju. Além disso, ele ficou conhecido após sofrer uma descarga elétrica, quando tentava fugir do Cenam, onde estava internado, no ano de 2010.
“Eles não tiveram como reagir à prisão devido ao nosso cerco. A dupla é acusada de assaltos a agências dos Correios, casas lotéricas, comércios da região e quatro homicídios. ‘Cobra Coral’ chega a assumir a autoria de alguns crimes. Vale ressaltar que o êxito da operação deve-se a colaboração da população em realizar denúncias através do  181”, afirmou o delegado Ronaldo Marinho.
“Eram dois fugitivos de alta periculosidade, sendo que  tivemos uma redução representativa de assaltos a agência dos Correios e casas lotéricas com a desarticulação desta quadrilha. Além disso, conseguimos realizar as prisões sem alardes”, disse Viviane Pessoa, coordenadora do (Copci). 


DO: EmSergipe

Anúncios
por Ágora BR. Postado em POLICIA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s