FREI PALO, CIDADE DE PRECIOSA EM SERGIPE

A prefeitura de Frei Paulo, agreste de sergipe, está é alvo de investigação da CGU – controladoria geral da união – por má administração dos recursos públicos do municipio.
segundo o site da prefeitura, várias obras estariam em andamento no município, mais andando por lá o que vemos são canteiros de obras inacabada mas que deveria estar prontas a muito tempo.
as obras do mercado municipal por exemplo, era para terem sido terminadas em um prazo de 90 dias, mais elas começaram em 2009 e ate agora estão inacabadas. outra obra sem fim é a da praça da juventuda – feita com verba federal – a placa com a indicativa da obra foi colocada no local, mais não foi especificado nenhuma data pata inicio ou termino das obras.
A reforma da praça João Teles da Costa que pagou se o valor de uma nova por pequenas trocas.
mais nisso todo uma coisa que cha muito a atenção é o fato de que a empresa executora de todas as obras da cidade – inclusive as citadas neste artigo – é a mesma empresa, a Eficaz, que tem sede no município vizinho de Campo do Brito, no Endereço: av. jose carlos ribeiro de oliveir 473, Campo do brito, Se, 49520000, telefone 79-32458314e segundo ema fonte pertence a parente de um dos secretários municipais. as fontes disseram ainda que são três sócios da Eficaz, cada um com empresas destitas e que as mesmas participam das licitações municipais onde a Eficaz acaba ganhando todas.


E a mesma empresa esta executando as obras da reforma do matadouro municipal e da futura praça de eventos, e curiosamente todas as obras estão sem data para conclusão.ai fica a nossa pergunta: como são feitas essas lcitações? por que que só a eficaz ganha? 

  • FEIRANTES NO MEIO DAS RUAS
  • SEM A TÃO SONHADA REFORMA DO MERCADO
  • SÓ SE VÊ PLACAS ESPALHADAS
  • COM NOMES E VALORES DE OBRAS
  • QUE NÃO SAEM DO PAPEL
  • ENQUANTO ISSO,
  • AS RUAS DA CIDADE
  • ESGOTO A CÉU ABERTO
  • SEM ÁREA DE LAZER
  • ATOLADOS NA LAMA QUANDO CHOVE
  • MAS AS PLACAS ESTÃO LÁ
  • PARA ENGANAR O POVO: QUE FEIO SE PREFEITO



VEJAMOS ABAIXO O RELATÓRIO COM O PARECER DA CGU

Frei Paulo: Relatório da CGU aponta irregularidades

O município de Frei Paulo, distante 74 quilômetros da capital, teve a sorte, ou melhor, o azar, de ter sido sorteado pelo Programa de Fiscalização para ser “vigiado” pela Controladoria Geral da União (CGU). 

A ação é feita a partir de Sorteios Públicos e visa inibir a corrupção entre gestores de qualquer esfera da administração pública. 
Criado em abril de 2003, o programa usa o mesmo sistema de sorteio das loterias da Caixa Econômica Federal para definir, de forma isenta, as áreas municipais e estaduais a serem fiscalizadas quanto ao correto uso dos recursos públicos federais. 
Uma norma que desagrada qualquer prefeito que não se enquadra dentro das exigências da lei. 
Em Frei Paulo, diante dos diversos problemas detectados pela CGU, o gestor José Arinaldo Filho (DEM) ficou insatisfeito com a inesperada visita, que aconteceu no período de 01 de abril a 18 de maio deste ano. 
Os auditores examinaram contas e documentos, e fizeram uma inspeção pessoal e física das obras e serviços em realização no município. 
A iniciativa privilegiou o contato com a população, diretamente ou através dos conselhos comunitários e outras entidades organizadas, estimulando os cidadãos a participarem do controle da aplicação dos recursos oriundos dos tributos que lhes são cobrados. 
O relatório da CGU apresentou irregularidades em praticamente todas as pastas de Frei Paulo. 
Em resumo, no setor educacional foram constatadas: falta de aplicação financeira dos recursos do PDDE por mais de 30 dias; deficiência na atuação do Conselho do Fundeb, no acompanhamento da execução do PNATE; inexistência de critérios objetivos para estabelecer preço de referência na contratação de veículos para transporte escolar; falhas na formalização dos processos licitatórios; utilização de carros não autorizados para transportar alunos, além de existência de livros didáticos não distribuídos para os estudantes, bem como a não disponibilização desse material para remanejamento a outras unidades de ensino por meio do Sistema SISCORT. 
O telecentro do município foi completamente reprovado pela fiscalização. A CGU declarou que “a placa comemorativa do Telecentro está em desacordo com as especificações estabelecidas pelo Ministério das Comunicações; a quantidade de móveis e equipamentos existentes é inferior à quantidade disponibilizada pelo Ministério; os aparelhos telefônicos estão sem manutenção; não existe comprovação de existência do Conselho Gestor do telecentro; e a conexão à internet possui baixa velocidade”. 
Saúde e Social 
A pasta da Saúde recebeu inúmeras especificações por parte da CGU. 
O relatório pontuou graves problemas, como: atuação insuficiente do Conselho Municipal de Saúde; movimentação irregular dos recursos do piso de Atenção Básica; deficiente estrutura e utilização das unidades de Saúde da Família, além de erros na execução do PSF; ausência de controle de estoque de medicamentos e falta de medicamentos básicos receitados; e descumprimento da jornada de trabalho por parte dos médicos do PSF e dos enfermeiros. 
Na Ação Social, o documento da CGU apresentou “riscos nas instalações físicas do prédio do Peti (Programa de Erradicação do Trabalho Infantil) e o material de apoio às atividades não está sendo disponibilizado; deficiências no armazenamento de alimentos e na conservação da área externa de local de execução do programa; ausência de capacitação dos monitores responsáveis pelas atividades socioeducativas; e inconsistências no registro das informações relativas ao serviço socioeducativo no Sispeti”. 
Irregularidade no Bolsa Família foi outro ponto bastante destacado no relatório. 
Os auditores detectaram que alguns servidores municipais estariam recebendo benefícios do programa indevidamente. 
Além disso, descobriram que o veículo, adquirido com recursos do IGD, para realização das visitas domiciliares do Bolsa Família, não estava disponível. 
Também foram encontradas inconsistências no registro das informações relativas à frequência dos beneficiários no Projeto Presença em relação aos diários escolares. O documento com os resultados foram encaminhados aos Ministérios gestores das políticas públicas, possibilitando a adoção de providências para a correção de desvios verificados, bem como subsidiando a avaliação dos programas de governo e a implementação de melhorias eventualmente identificadas como necessárias. 

Fonte: CGU


SECRETÁRIOS E SEU CONTATOS NA PREFEITURA DE FREI PAULO

JOSÉ ARINALDO NETO FILHO DO PREFEITO
Secretaria Municipal de Educação e Cultura Dados da Secretaria
Praça Capitão João Tavares, Nº180
3447-1271
educação@freipaulo.se.gov.br

Secretário:
José Arinaldo de Oliveira Neto

JANISSON ALMEIDA OLIVEIRA PRIMO DO PREFEITO
Secretaria Municipal de Obras e Estradas
Dados da Secretaria
Praça Capitão João Tavares, Nº 270
3447-1664
prefeituradefreipaulo@freipaulo.se.gv.br

Secretário:
Janison Almeida de Oliveira

CAMILA LIMA DE OLIVEIRA, CUNHADA DO PREFEITO
Secretaria Municipal de Saúde e Saneamento
Dados da Secretaria
Rua José Rosendo dos Santos, Nº 191
3447- 1638
saude@freipaulo.se.gov.br

Secretária:
Camila Lima de Oliveira


Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s