REBELDES CHEGAM PELA 1ª VEZ A CIDADE DE TRIPOLI

Combates violentos explodiram nesta segunda-feira em Trípoli em volta do quartel-general do líder líbio Muamar Kadafi, horas após rebeldes terem assumido o controle da maior parte da capital. Não havia informações sobre se Kadafi estava no local, ou sobre qual seria seu paradeiro.

FOTO: AP.   Em Benghazi, mulher celebra notícia
sobre captura de filhos de Kadafi (22/08)

No começo da manhã (horário local), tanques saíram do QG de Kadafi, conhecido como Bab al-Azizia, e começaram a disparar, segundo um porta-voz dos rebeldes. Há intensa troca de tiros na área. Os rebeldes encontraram pouca resistência à medida que avançavam pela cidade, assumindo rapidamente o controle de leste, sul e oeste da capital.

Um porta-voz dos rebeldes disse, entretanto, que forças pró-Kadafi ainda controlam de 15% a 20% de Trípoli. Ao longo da noite, multidões celebraram o avanço rebelde na Praca Verde (antiga Praça dos Mártires), palco, horas antes, de manifestações a favor do líder líbio. Os rebeldes começaram a entrar em Trípoli na noite de sábado e intensificaram os ataques durante o domingo. O confronto em diversas áreas da cidade deixou centenas de mortos.
O porta-voz do regime de Kadafi, Moussa Ibrahim, disse que 1.300 pessoas foram mortas na cidade nas últimas 24 horas. O número não pode ser confirmado de forma independente. Havia pontos de conflito em vários bairros, um deles no entorno do hotel que hospeda a imprensa internacional. Segundo o correspondente da BBC em Trípoli, Matthew Price, o local ainda estava sob poder do governo, mas rebeldes tentavam assumir o controle.
Filhos de Khadafi
O Tribunal Penal Internacional (TPI) confirmou que um dos filhos de Khadafi, Saif al-Islam, foicapturado na capital. Ele era considerado o sucessor do pai no governo líbio. Os rebeldes afirmam ainda que um outro filho de Khadafi – Mohammed – teria se rendido, assim como a guarda pessoal do líder líbio, mas a informação não pode ser confirmada por fontes oficiais.
No início da madrugada, o canal de TV oficial do país foi tirado do ar, e a transmissão também foi interrompida na rede Al-Libiya, que pertence a Saif al-Islam. Segundo moradores, os sinais foram interrompidos por grupos anti-Khadafi. Há também muitos relatos de pessoas em Trípoli que estão conseguindo entrar na internet, cujo acesso havia sido cortado no início do conflito, há seis meses.


bb_bid = “1628287”; bb_lang = “pt-BR”; bb_keywords = ” ‘names’))); ?>”; bb_name = “custom”; bb_limit = “7”; bb_format = “bbc”;

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s