HOSNIR MUBARAK VOLTA AO TRIBUNAL PARA A 2ª PARTE DO SEU JUNGAMENTO

O ex-ditador egípcio Hosni Mubarak chegou na manhã desta segunda-feira à sede da Academia de Polícia do Cairo, onde será retomado seu julgamento por corrupção e envolvimento na morte de manifestantes oposicionistas durante a revolta que o depôs em fevereiro passado.
Conheça a trajetória do ex-ditador egípcio Hosni Mubarak
Assim como na primeira audiência, no último dia 3, imagens da televisão estatal egípcia mostraram Mubarak sendo levado de maca para o local onde ocorrerá o julgamento.

Reuters/Egypt TV
Mubarak é visto chegando de maca ao local onde ocorrerá a segunda audiência de seu julgamento
Mubarak é visto chegando de maca ao local onde ocorrerá a segunda audiência de seu julgamento

Mubarak, seus filhos, o empresário Hussein Salem, o ex-ministro do Interior Habib al Adli e seis de seus assessores enfrentam um julgamento inédito no Egito por seus crimes de corrupção no governo e por ordenar que as forças de segurança matassem os manifestantes oposicionistas que participaram da revolta de 18 dias que o depôs, em fevereiro passado.
Um balanço oficial do governo diz que 850 morreram na revolta. Os manifestantes alegam que o número foi muito maior.
Os protestos fizeram parte da onda de revoltas que já derrubara o ditador da Tunísia e que se espalhou para Síria, Líbia, Jordânia, Arábia Saudita, Bahrein, entre outros.
O ex-ditador e seus filhos Alaa e Gamal –que também respondem a acusações de corrupção– se declararam inocentes durante a primeira audiência.
DOENTE
Mubarak, 83, estava internado em um hospital no resort do mar Vermelho de Sharm el-Sheikh desde abril, quando sofreu problemas cardíacos no seu primeiro interrogatório.
Desde então, houve todo tipo de declaração sobre seu estado de saúde. Seu advogado, Farid El Deeb, disse que ele tem câncer, que sofreu um derrame e que chegou a ficar em coma. As informações, contudo, não são confirmadas oficialmente.
O ministro da Saúde egípcio, Amr Helmy, afirmou na segunda-feira (1º) que o estado de saúde de Mubarak é estável, por isso não existiriam impedimentos para sua transferência ao Cairo para comparecer ao tribunal.
Helmy assinalou ainda que Mubarak seria acompanhado à capital egípcia por uma equipe de médicos e especialistas.
Muitos egípcios consideram a doença dele uma desculpa para que o Exército evite a humilhação pública do antigo comandante.
INÉDITO
Apesar dos egípcios celebrarem a possibilidade de retribuição contra um líder autoritário, eles estão se questionando se o julgamento vai, realmente, romper com as injustiças do passado.
Alguns temem que a junta militar que governa o Egito vai usar o julgamento como uma prova de que as reformas democráticas foram alcançadas, ainda que os ativistas argumentem que ainda são necessárias reformas mais profundas.
“Estou um pouco preocupada que, se Mubarak for julgado e condenado, as pessoas vão tomar isso como o fim da revolução. Eles vão dizer que a revolução alcançou seus objetivos. O que não é o caso”, disse Tareq Shalaby, 27, consultor de mídia social que estava entre as milhares de pessoas protestando na praça Tahir.
O julgamento do presidente deposto é um momento sem precedentes no mundo árabe. É a primeira vez que um líder do Oriente Médio moderno é levado a julgamento pelo seu próprio povo.
O evento mais próximo a este foi o julgamento do ex-ditador iraquiano Saddam Hussein, mas sua captura deu-se pelo Exército americano em 2003 e o tribunal especial para o julgamento de Saddam foi criado com ampla consulta dos americanos e especialistas estrangeiros.
O presidente tunisiano deposto, El Abidine Ben Ali, foi acusado e condenado diversas vezes desde sua deposição, mas os julgamentos foram todos à revelia, pois ele está no exílio na Arábia Saudita.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s